Acesse nosso portal
  

A Engenharia Civil é um dos cursos mais antigos e populares no país. Assim como várias outras áreas de conhecimento, a engenharia vem passando por transformações e exigindo do profissional um novo posicionamento para atuar no mercado de trabalho.

Para falar sobre o assunto, entrevistamos o coordenador do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário Tiradentes (Unit – AL), Felipe Bomfim. Graduado em Matemática e em Engenharia Civil, com especializações em Educação Inclusiva e em Formação de Profissionais em EAD, e Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática, Felipe também tem trabalhado com projetos, planejamento e orçamento de obras.

Felipe-Bomfim-Cavalcante-do-Nascimento

Hoje o professor consegue unir os dois universos (mercado de trabalho e a academia). Como coordenador e professor do curso de Engenharia Civil, Felipe mantém seu compromisso com a formação sólida dos futuros engenheiros civis que estão estudando na Unit AL.

Unit AL - A atual “crise” pode afetar em algo nos futuros empregos dos novos engenheiros civis?

Felipe Bomfim - Afetará apenas os que não estiverem preparados para o mercado atual. Essa preparação começa logo no início da graduação, onde o aluno deve se dedicar não apenas aos conteúdos técnicos da profissão. A formação deve ir além dos cálculos, deve sempre procurar associar a teoria à prática, buscar intercâmbios para vivenciar novas experiências fora do país, ler bastante e participar de projetos de pesquisa e extensão ainda dentro da universidade para entender as necessidades da sociedade ao seu entorno. Para o aluno de engenharia civil que souber aproveitar todas as oportunidades em uma instituição de ensino superior que ofereça todo esse suporte, não terá problemas em conseguir seu espaço no mercado de trabalho.

Unit AL - Como andam as oportunidades de emprego para os engenheiros aqui no estado?

Felipe Bomfim - Infelizmente as oportunidades atualmente não estão tão boas. A mídia coloca muito a engenharia civil como a que está sofrendo com a atual crise, mas a crise está afetando todas as profissões.

Unit AL - Existem alternativas de trabalho para um engenheiro civil?

Felipe Bomfim - Na verdade, o engenheiro civil pode trabalhar na parte de projetos, execução e manutenção. Muitas indústrias, hospitais e universidades possuem setores específicos que precisam de engenheiros civis que atuem tanto na área de prevenção de acidentes, que também é uma das áreas da engenharia civil como na questão da manutenção predial e reformas.

Unit AL - Com o momento atual, qual a expectativa de pessoas para o curso?

Felipe Bomfim - Acredita-se que a procura pelo curso de Engenharia Civil aumente nos próximos anos. Isso ocorrerá porque está acontecendo uma desmistificação de que engenheiro civil só trabalha na construção.

Unit AL - Qual a importância de um engenheiro civil para uma sociedade?

Felipe Bomfim - Não existe progresso em nenhum país sem grandes obras, acredito que nos próximos anos, teremos novamente um grande aquecimento no segmento da construção civil e a hora de começar a se preparar para o futuro é agora.

Unit. Preparando para o mundo, todos os dias.

Topics: tendência, mercado, ensino superior, engenharia, engenharia civil

Marcial Fortes

Written by Marcial Fortes