Acesse nosso portal
  

Você sabe o que um engenheiro de petróleo faz? Ao fazer uma pesquisa simples pela internet, você encontrará a Engenharia de Petróleo em listas que apontam as profissões que estarão em alta nos próximos anos.

O petróleo é uma das commodities minerais mais consumidas no mundo. Ainda assim, o crescimento da Engenharia de Petróleo começou há pouco, o que cria um cenário favorável para o desenvolvimento profissional no Brasil e em outros países.

Neste post, contamos um pouco mais sobre esta profissão para que você descubra se uma graduação na área da Engenharia de Petróleo e Gás é a escolha certa para a sua formação. Acompanhe!engenharia de petroleo

Afinal, o que é Engenharia de Petróleo?

A Engenharia de Petróleo é a engenharia responsável por descobrir poços para a exploração de petróleo ― refinado ou do pré-sal ― e de gás natural. É também responsável por aprimorar ou desenvolver novas técnicas de extração e produção, além de atuar pela comercialização e distribuição da commodity.

A área se relaciona a uma indústria que começou a se fortalecer ainda na Primeira Guerra Mundial e que, de lá pra cá, passou por diferentes etapas evolutivas. Atualmente, a Engenharia de Petróleo também se ocupa de otimizar os processos de extração visando, dentre outras questões, minimizar o impacto da atividade no meio ambiente.

Por que esta profissão tem um futuro promissor?

Ao longo dos anos, o uso do petróleo intensificou-se em todo o mundo. Além de ser uma das fontes de energia mais usadas pela humanidade, é também matéria-prima de inúmeros produtos que vão de asfalto até mesmo cosméticos.

Há algum tempo, a previsão do mercado era de que a busca por profissionais formados por faculdades de Engenharia de Petróleo se intensificasse no país a partir de 2014/2015. E essa demanda crescente segue presente até os dias de hoje, em decorrência da ampliação da exploração do pré-sal brasileiro, com a participação de empresas estrangeiras.

Além disso, outras previsões mais atuais apontam que os investimentos para o setor devem chegar a R$143 bilhões até 2023. Algo que, gradativamente, contribuirá para a criação de novas oportunidades para os engenheiros de petróleo que atuam no país.

O que faz o engenheiro de petróleo?

As boas perspectivas para o futuro de quem se forma em Engenharia de Petróleo não estão relacionadas apenas com a ampliação da exploração da matéria-prima ou com o aumento dos investimentos. Em verdade, o que está por trás de tudo isso é a usabilidade do petróleo e a crescente necessidade de otimizar as formas de extração, produção e comercialização da commodity.

Aliás, este é o papel do engenheiro de petróleo: elaborar projetos que façam com que a exploração do petróleo e do gás natural seja ao mesmo tempo produtiva e eficiente, mas também minimamente nociva ao meio ambiente, garantindo também o máximo de aproveitamento do recurso (ou seja, evitando qualquer desperdício).

Quem se forma em Engenharia de Petróleo trabalha em plataformas de extração e em refinarias. Pode ainda atuar no setor de pesquisas, no de importação e exportação do petróleo e seus derivados ou prestando consultorias ambientais à indústria.

Gostou? Aproveite para conhecer o curso de Engenharia de Petróleo do Centro Universitário Tiradentes de Alagoas!

Acesse nosso site!

Topics: Engenharia de Petróleo

Cleiton Miranda

Written by Cleiton Miranda