V E S T I B U L A R E S P E C I A L 2017.1
MENU

Questões jurídicas em discussão

Pensar no Direito é pensar no acesso à justiça, diz a professora Gabriela Maia sobre um dos eventos que marcaram a programação da Sempesq

às 20h40
Durante cinco dias consecutivos toda a comunidade acadêmica da Universidade Tiradentes realiza nos campi da capital e interior a edição 2016 da Semana de Pesquisa. Com uma programação bastante consistente voltada para a discussão de temas que perpassam todas as áreas do conhecimento, a Sempesq teve como ponto alto da programação realizada no Campus Farolândia na tarde dessa quarta-feira, 26, importantes momentos.
A conferencista, doutora Élida de Oliveira Lauris
A conferencista, doutora Élida de Oliveira Lauris
O público, atento!
A coordenadora Liziane Paixão e a professoraGabriele Rebouças
Compartilhe:

Um deles, realizado no Auditório Padre Melo, quando professores e acadêmicos de Direito tiveram a oportunidade de participar de palestras proferidas pelo professor doutor Sandro Sayão sobre Direito Ambiental e pela doutora Élida de Oliveira Lauris dos Santos sobre a qualidade de acesso à justiça.

Doutora Élida estudou com a equipe do professor doutor Boaventura de Souza Santos a qualidade do acesso na cidade de São Paulo e em países da África para efeito de comparação. “Ao regressar ao Brasil, assumiu cargos no Ministério da Justiça e o fato é que a palestrante possui larga experiência na área de acesso à justiça, permitindo, assim, na academia, uma conexão entre a prática e o conhecimento”, opina, empolgada com a oportunidade de participar do evento, a professora do Programa de Pós-Graduação em Direito Gabriela Maia Rebouças.

A doutora e coordenadora da pós em Direito Liziane Paixão reconhece que a Semana de Pesquisa vem complementar o tripé da educação envolvendo ensino, pesquisa e extensão. “Para o Programa de Pós-Graduação em Direito, esse é o momento ímpar, quando os alunos do mestrado e da iniciação científica apresentam as suas pesquisas”, pondera a docente.

“Pensamos esse sexto seminário como uma oportunidade para falar das principais temáticas que são discutidas dentro do mestrado em Direitos Humanos”, diz o doutor e professor Ilzver Matos justificando, assim, o fato de ter reunido importantes áreas como o Direito Ambiental apresentado pelo professor Sandro Sayão na abertura do seminário e o acesso à justiça, exposto pela doutora Élida.

direito1

Compartilhe: