<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2053580204719639&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Acesse nosso portal

Blog EAD Propriá

Começar a universidade aos 18 ou esperar para decidir mais tarde?

Postado por Cleiton Miranda on 3/jul/2017 22:58:55

shutterstock_475492162.jpg

Salvo raras exceções, é possível dizer que, quando estão prestes a completar 18 anos, as pessoas não têm muitas certezas na vida. Dadas as circunstâncias – esta é uma época em que transformações corporais estão, via de regra, em seu auge e as responsabilidades começam a aumentar – tamanha indecisão é até natural.

E, entre tantas escolhas, algumas delas dizem respeito à continuidade da vida acadêmica. Vale a pena começar a universidade aos 18 ou esperar para decidir mais tarde? Esta é uma daquelas questões para as quais não há uma única alternativa possível.

A resposta tanto pode ser sim, quanto não! Ficou confuso? Essa não era a nossa intenção! Basicamente, antes de tomar essa decisão, você deve levar em consideração alguns fatores, como vamos explicar abaixo.

Quando vale a pena começar o curso aos 18

Em primeiro lugar, você deve estar ciente da importância da escolha da profissão. Quando optam ingressar em uma carreira, as pessoas não se imaginam tendo que “mudar de rota”, passados alguns anos. Ao contrário: o sonho de todo mundo é alcançar a realização exercendo aquela atividade.

Essa é uma decisão que trará reflexos por toda a sua vida. Todo mundo já teve aquela fase de querer ser de astronauta à jornalista, passando por diplomata, cientista ou professor.

Pois bem: se essa indecisão é coisa do passado e, mesmo terminando o Ensino Médio, já “pintou” aquela identificação com determinada área do conhecimento, não perca tempo e matricule-se no vestibular mais próximo.

São várias as vantagens para quem “emenda” o Ensino Médio com a universidade: ainda que se escolha um curso longo, com duração de cinco anos, você provavelmente irá se formar antes dos 25. E mesmo tão jovem, terá a chance de, já nesta idade, estar matriculado em uma segunda graduação ou uma pós. Com um mercado de trabalho cada vez mais exigente, investir em conhecimento tornou-se um requisito básico.

Tem dúvidas sobre a carreira? Talvez seja melhor esperar

Por outro lado, se mesmo se submetendo a uma infinidade de testes vocacionais, você ainda tem duas, três ou até mais profissões com as quais você se identifica – e, ainda sim, não conseguiu tomar partido de nenhuma delas – esperar um pouco antes de prestar vestibular talvez seja a decisão mais sensata.

Mas atenção: é muito importante que você use esse período sabático para sanar todas as suas dúvidas. Procure conhecer, na prática, a rotina de cada uma de suas profissões – visitas agendadas se configuram como uma boa oportunidade – e busque informações sobre o mercado de trabalho e salário, especialmente se o fator financeiro for preponderante para você.

Mais além, se proponha fazer um exercício de imaginação e tente vislumbrar como seria o seu desempenho no exercício daquela atividade. Aproveite esse período para revisar os conteúdos do Ensino Médio, afinal de contas, é preciso estar afiado para o vestibular. Você pode também dar aquela turbinada no aprendizado de uma língua estrangeira. Quem sabe não rola até um intercâmbio fora do país?

O mais importante é que você não fique parado e desfrute desse tempo – que não deve ser tão longo, no máximo um ou dois anos – para fazer alguma coisa útil, que enriqueça o seu currículo.

Qualquer que seja o seu caso, venha conhecer a completa infraestrutura da Universidade Tiradentes! Nossos profissionais estão à sua disposição, inclusive para prestar esclarecimentos sobre a rotina profissional, independentemente da (s) área(s) de seu interesse.

Já decidiu em que curso pretende ingressar? Conte para a gente como foi esse processo nos comentários. O seu depoimento pode ser o empurrão que faltava para ajudar a outros estudantes indecisos. Boa sorte!

 

Cleiton Miranda

Escrito por Cleiton Miranda