Acesse nosso portal

Blog EAD Recife

Financiamento estudantil para graduação on-line. Isso existe?

Postado por Cleiton Miranda on 15-09-2017 15:03

financiamento estudantil

Os cursos de graduação on-line, os quais representam a modalidade de ensino a distância (EAD), apresentam um crescimento expressivo a cada ano. Tanto pelo número de estudantes que os procuram, como também pela efetivação no volume de matrículas.

Pelo fato de já vir firmando-se como uma modalidade expressiva, cabe tirar a seguinte dúvida: o financiamento estudantil aplica-se ao ensino a distância?

Na sequência deste post, vamos te ajudar a esclarecer a situação do financiamento estudantil quando o tema é cursos de graduação on-line. Leia a seguir!

Financiamento estudantil para graduação on-line

O financiamento estudantil tem sido um grande aliado na democratização do acesso ao ensino superior no país. Instituições privadas formam todos os anos um número expressivo de alunos em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, por meio de planos de crédito estudantil.

O financiamento estudantil pode acontecer por dois meios: o privado e o público.

No momento, para os cursos de graduação on-line, um dos meios privados que oferecem uma política de crédito estudantil é o PRAVALER. Neste programa, é possível pagar o curso no dobro do tempo de sua duração, a uma taxa de juros baixa.

Certamente outras empresas estão estudando ampliar a sua oferta de financiamento estudantil do modelo presencial também para o modelo de ensino a distância.

Este, por exemplo, é o caso do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), programa do Governo Federal que oferece crédito aos estudantes de baixa renda. O Ministério da Educação (MEC) já sinalizou com a possibilidade de estender seu atendimento aos cursos de graduação on-line no futuro. Já existe, inclusive, um projeto de lei tramitando na Câmara dos deputados sobre o tema.

PROUNI

Uma alternativa à falta de variedade de programas de financiamento estudantil públicos ou privados para os cursos de graduação on-line é tentar conseguir bolsas de estudo por meio do PROUNI.

O programa Universidade para Todos, também do Governo Federal, oferece bolsas de estudo integrais ou parciais (50%), para alunos que ainda não possuam diploma de nível superior.

O candidato à vaga necessita enquadrar-se em um perfil de renda familiar mensal bruta de até 3 salários mínimos, para as bolsas parciais, e de até 1,5 salário mínimo, para as bolsas integrais. Além disso, mínimo de 450 pontos de média e nota superior a zero na última prova do ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio.

Dado importante para você: de acordo com o MEC, aproximadamente 90% das bolsas destinadas à modalidade de ensino a distância não são ocupadas. O desconhecimento em relação à existência dessa oferta para o EAD é o maior fator causador deste índice. Caso você se enquadre no perfil, procure saber mais. Ou avise aos possíveis candidatos que você conhece.

Contato direto com a faculdade

Se você gosta de estabelecer uma relação mais estreita com a instituição de ensino e possui boas notas, pode tentar uma negociação sem intermediários. As universidades muitas vezes fornecem planos de crédito estudantil aos seus alunos, os quais podem ser vantajosos.

Opções como descontos por pontualidade, por grau de parentesco ou por indicação podem constituir uma boa poupança financeira.

Como pudemos conferir, o financiamento estudantil para graduação on-line existe, mas ainda tem muito a avançar. A boa notícia é que uma das vantagens da graduação on-line é o custo atrativo.

Conheça os Polos da EAD UNIT

Leia também: Como funciona a graduação a distância?

Cleiton Miranda

Escrito por Cleiton Miranda

Topics: EAD