emec
O que faz um assistente social?

O que faz um assistente social?

Conheça algumas áreas de atuação para o futuro assistente social e descubra se essa carreira é para você!


O Serviço Social surgiu no Brasil em 1936 impulsionado pelo processo de urbanização e industrialização no país. Embora a profissão tenha sido reconhecida em 1957, com a Lei 3252/57, a regulamentação só aconteceu em 1993 com a Lei 8662/93.

O profissional graduado em Serviço Social é o assistente social. Para exercer a profissão é preciso estar registrado no Conselho Regional de Serviço Social de seu estado.

Saúde, previdência e assistência são as áreas primordiais do Serviço Social, sempre com o pensamento voltado para a coletividade.

 

 

Como se tornar um assistente social?como-se-tornar-um assistente-social

Para seguir a carreira de Serviço Social o estudante precisa gostar de trabalhar com pessoas. Além de conquistar um diploma para atuar na área, o futuro profissional precisa se manter atualizado sobre os mais diversos assuntos.

E como características básicas, ter equilíbrio emocional, capacidade de lidar com problemas e resolvê-los.

Além disso, todo Assistente Social precisa conhecer o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Estatuto do Idoso e a Constituição Federal. 

 

 

 

Áreas de atuação para o assistente social

O trabalho de um assistente social quase sempre é associado às classes  menos favorecidas da sociedade e, sim, é verdade que sua maior atuação é nessa área. Mas o profissional também age em diferentes campos, como por exemplo: 

  • ONGs;
  • Saúde;
  • Conselhos;
  • Educação;
  • Empresas públicas e privadas;

 

O que faz um assistente social?

Agora que você já sabe que assistente social possui diversas áreas de atuação para escolher a que mais se identifica, descubra agora o que o assistente social faz em algumas delas. 

 

Saúde

Na área da saúde, é comum nos depararmos com assistentes sociais em hospitais, clínicas e postos de saúde. Nesse caso, é função do assistente social dar assistência aos pacientes e familiares, esclarecendo sobre todas as questões que surgem em função de uma internação, afastamento de trabalho, etc.

Encontra-se o profissional também em clínicas de recuperação de dependentes químicos. Seu trabalho é em conjunto com médicos e psicólogos com o intuito de devolver ao indivíduo sua cidadania.

 

Conselhos

Na área judicial e conselhos, o assistente social atua na Vara de Infância, Adolescência e Família, junto a um psicólogo. Em penitenciárias e instituições de menores infratores, seu papel é reintegrar os sujeitos à sociedade, após o cumprimento da pena.

 

Empresas

O trabalho do serviço social em empresas é na área de Recursos Humanos, dando orientações sobre seus direitos sociais e trabalhistas.

Também desenvolve e implanta programas de melhorias nas questões de segurança do trabalho, saúde e lazer dos funcionários.

Cabe ainda ao assistente social analisar problemas que envolvam o funcionário e seus familiares. Aqui, é preciso desenvolver um trabalho multidisciplinar que minimize ou resolva a situação.

 

Educação

O assistente social, que atua na área de educação, tem como principal objetivo dar apoio aos alunos com dificuldade de aprendizagem, conhecendo sua comunidade e integrando o núcleo escola-aluno-comunidade.

A função é tão importante que existe um Projeto de Lei que prevê  a contratação de assistentes sociais em todas as instituições de ensino público para trabalhar em equipe com psicólogos e pedagogos. 

 

 

 

 

Áreas pouco conhecidas do serviço social

areas-pouco-conhecidas-do-servico-social

 

  • O profissional também está envolvido nos processos de concessão de bolsas de estudo em escolas e universidades. É o assistente social quem faz a triagem dos candidatos à bolsa;

 

  • O assistente social também pode atuar em questões do meio ambiente, mediando conflitos quando há desapropriações de terras para construção de grandes empreendimentos, por exemplo.

 

  • O setor funerário é mais um ramo de atividade do assistente social. Sua função é dar atendimento aos familiares da pessoa falecida, orientando sobre as providências a serem tomadas após o óbito no que diz respeito a inventário, pensão, seguro de vida, etc.

 

  • Além disso, o assistente social participa de políticas públicas de assistência social, ajudando a elaborar propostas, como por exemplo, o programa Bolsa Família. Também colabora com a imprensa informando sobre dados de pesquisas.

 

 

Agora que você conhece um pouco mais sobre a profissão, chegou o momento de descobrir se a área de Serviço Social é para você. Faça o teste de aptidão profissional e descubra agora! 

 

 

Leia também: 

4 dicas para escolher seu curso de graduação

Como conciliar trabalho e estudo? Fazendo um curso EAD!

POSTS RELACIONADOS