emec

Saiba como identificar qual a melhor carreira para você

Escolha o curso perfeito para você de maneira cautelosa e sábia conosco!


Saber escolher qual faculdade fazer vai muito além da atratividade dos empregos na área, ou do salário a ser ganho. É preciso pensar na afinidade motivacional, nas habilidades e interesses que guiam sua escolha de carreira.

Mais do que ser feliz na área de escolha, é preciso adequar-se à profissão e ao modo de trabalhar na mesma, ter capacidade de compreender os conceitos e de inovar sobre eles. 

Por isso, é preciso entender que o melhor curso de faculdade para você pode ser aquele em que há melhor emprego da sua afinidade — não necessariamente deve-se escolher algo somente pelo seu valor monetário, embora também seja um fator importante na escolha.

O sucesso é criado a partir de nosso esforço, não de nossa área de atuação: é obtido quando nos esforçamos enquanto bem-capacitados, dedicados e muito versados naquilo que fazemos! 

Determine seu perfil

Há uma série de perfis categóricos, que definem nosso pensamento técnico, tendência profissional ou modo de agir. São seis, no total; procure entre eles o que mais lhe define, buscando entrar em contato com a variedade de caminhos possíveis dentro de seus parâmetros comportamentais.

Investigativos

É uma personalidade que se vale pelo valor de sua cognição, sua capacidade de pensar e refletir, analisar e compor pontos de vista. Por isso, são perfeitos para a academia e para a carreira na pesquisa ou na docência. 

A última é inconstante para essa pessoa: sendo uma afinidade extra, que é dependente do quão engajada é na atividade de transmitir aquilo que conhece. O conhecimento é seu forte, mas é preciso desenvolver a capacidade de passá-lo adiante ou de inovar com base nele.

Os investigativos podem ter muito sucesso em áreas dedicadas à atividade do ser humano ou ciências da natureza; exatas ou humanas — porém, são muito valiosos quando formados legisladores, professores, pesquisadores ou carreiras similares.

Práticos

São pessoas cuja afinidade reside no trabalho manual, prático no sentido de desempenhar tarefas cuja finalidade depende de uma ferramenta, maquinário ou equipamento específico.

A afinidade dessas pessoas é pela construção, reparo ou tarefas similares. São profissionais cuja área de atuação depende de um processo industrial, edificante ou de produção de larga escala em geral.

Os práticos são perfeitos para as formações cujos conceitos envolvem tecnologia operável, métodos de operação ou parecidos. Engenheiros têm esse perfil, seja qual for o setor de engenharia.

Sociais

O perfil social é composto quando a pessoa procura um valor utilitário no seu trabalho, seja para si mesmo em função da sociedade ou vice-versa. É gratificante, a esse perfil, trabalhar com equipes, ética social e uma atividade voltada ao coletivo na rotina.

É um perfil que atinge o sucesso em vários cursos diferentes, até mesmo áreas completamente não correlacionáveis — mas têm um perfil mão-na-massa, de liderança ou de espírito de equipe.

Os Sociais são comumente encontrados na gestão, no setor de recursos humanos, na docência, na assistência social e até na área da saúde, em cursos como a enfermagem ou medicina.

O Artístico

O perfil artístico engloba todos aqueles cuja devoção está na criação de arte e cultura, mas não só isso: também são os que utilizam seu conhecimento criativo e habilidade inventiva para criar projetos e outros negócios fora da estrutura padronizada de trabalho.

A pessoa deste perfil tem afinidade pela junção de conceitos artísticos, mesmo que opostos, para compor uma estrutura e passá-la ao espectador, seja essa uma escultura, peça de teatro, pintura, arte digital ou projeto arquitetônico — é um indivíduo apto à crítica e demonstração de pontos de vista únicos.

O artístico é frequentemente encontrado em áreas como a música, teatro, design gráfico, arquitetura e até mesmo na docência, tendo um potencial lúdico muito bem-vindo à sala de aula.

O empreendedor

O perfil empreendedor caracteriza indivíduos predispostos a viver na dicotomia do risco e recompensa. Possui um perfil de liderança e visão macro de mercado, possui poder de persuasão, sabe motivar os outros e até gerir um esforço coletivo significativo.

Aqueles que se encaixam neste perfil têm afinidade pelas relações interpessoais, foco no crescimento mútuo e ambição — mas, também podem ser pessoas cuja busca é pelo fato de poder estar relacionado à capacidade de realizar coisas grandiosas para o coletivo.

O empreendedor é visto como alguém multidisciplinar, com afinidade para áreas que juntem conhecimentos sobre crescimento econômico, individual ou social, à sua formação. Podem ser administradores, investidores, legisladores, agentes públicos administrativos ou gestores, etc.

O convencional

O perfil convencional é o lar de todos que exibem tendências de busca voltadas ao ambiente de trabalho, e muito menos ao próprio trajeto profissional em específico. Parecem menos importantes, mas é um perfil que se preocupa muito mais com estabilidade do que ambição.

Sendo assim, o convencional está perfeitamente confortável em compor uma equipe, tendo mais vontade de se sentir parte do todo.

Os convencionais são aptos a realizarem tarefas cuja finalidade é a de apresentar resultados, seguir regras, atingir metas, superar desafios e trabalhar em equipe. Podem ser encontrados em qualquer área, mas pertencem mais comumente a posições como análises diversas, vendas e administração.

Profissões comumente voltadas a esse perfil são aquelas cuja formação envolve um aspecto técnico e profissionalizante, voltado à capacitação. Se sentem satisfeitos com a qualidade do ambiente de trabalho, não com sua fama profissional.

Comumente, o convencional especializa-se para desempenhar suas tarefas com mais qualidade, agregando valor ao seu perfil profissional muito mais do que sua perspectiva de status.

Sendo assim, formações que abrem muitas oportunidades são o ideal. É o perfil que busca uma pós-graduação como MBA com mais prioridade, ao invés de um doutorado, para poder ingressar em empresas de mais estabilidade e valorização do profissional — e não em cargos mais altos ou posições mais prestigiadas.

Que bom seria ter uma carreira inovadora, não é?

Já pensou? Mas não precisa ficar apenas pensando, Clique e conheça a  jornada do sucesso um hub de conteúdo que vai te ensinar a como projetar o seu futuro profissional e colocar seus planos de carreira em prática!

POSTS RELACIONADOS