4 motivos para mudar de universidade no meio do curso

Existem alguns motivos que justificam mudar de Universidade no decorrer do curso, por isso é preciso estar atento a eles e não perder tempo. Saiba mais!


Você estudou bastante, prestou vestibular e ingressou no curso que queria. De repente, as coisas não são como você imaginava e a frustração começa a tomar conta.

Se você está enfrentando esse dilema, saiba que é comum se sentir mal e existem sim motivos para mudar de Universidade no meio do curso. Por isso, confira alguns:

1. O curso não é bomnao-gostou-do-curso

Se você não fez uma pesquisa cuidadosa sobre a matriz curricular de seu curso, pode acabar decepcionado com o conteúdo ministrado.

Algumas instituições dão ênfase a uma formação mais genérica, mas oferecem ótimas possibilidades de especialização; outras promovem uma formação com um foco mais definido, mas perdem em inovação.

Outro problema é a infraestrutura. Imagine um estudante de Biologia sem laboratórios equipados, um estudante de Letras sem uma biblioteca com um vasto acervo.

Aluno de Educação Física, por exemplo, sem uma quadra poliesportiva. Fica difícil manter a mesma qualidade nos estudos. Seja qual for o motivo, mudar de universidade pode ser a solução para esse problema.

2. Não tenho dinheiro para continuar

O segundo e um dos mais frequentes dentre os motivos para mudar de Universidade são o Desemprego, problemas de saúde, e crise econômica…

Imprevistos acontecem e podem comprometer seu orçamento, tornando a falta de dinheiro um dos principais motivos para querer mudar de universidade.

Antes de tomar uma decisão drástica, veja quais as alternativas estão ao seu alcance.

A maioria das instituições oferece opções de financiamento estudantil ou bolsas de estudo.

Há ainda a possibilidade de fazer estágios remunerados e monitorias. Caso esteja devendo, converse com o departamento financeiro e procure parcelar as pendências.

3. Não tenho perspectiva de crescimento profissional

O objetivo de um curso de Ensino Superior é qualificá-lo para atuar no mercado de trabalho e promover satisfação pessoal.

Se o lugar onde você estuda não está cumprindo isso, talvez seja a hora de mudar de universidade.

Em sua busca por uma nova instituição, verifique se ela tem convênio com empresas de renome na sua área; se há programas de internacionalização, que permitam fazer intercâmbios; se você pode colocar a teoria na prática, através de atividades diferenciadas.

4. A faculdade é muito longefaculdade-longe

Por último, um dos motivos para mudar de Universidade mais comuns é a distância, que influencia muito na hora de pensar em mudar de universidade.

No meio do curso, você se deu conta que perde muito tempo indo de casa ou do trabalho para a faculdade. Você poderia usar esse tempo para estudar, se divertir e até mesmo dormir.

Quais os benefícios de trocar para uma universidade mais próxima? Você pode descansar mais, encontrar os seus amigos com mais frequência, além de melhorar sua qualidade de vida e o seu desempenho acadêmico.

Seja sincero e reflita sobre o que te desagrada na sua situação atual e o faz querer mudar. O corpo docente não é qualificado? A instituição não tem uma estrutura adequada? Você não está passando por um bom momento?

Independentemente da sua motivação, lembre-se que mudar de universidade não é o fim do mundo. Procure aconselhamento com profissionais e pondere suas opções com atenção.

Transfira seu curso para Unit

 

Leia também: 

Como transferir um curso de universidade pública para privada?

Transferência Externa: saiba como mudar de faculdade

Transferência entre universidades: 4 erros que você não pode cometer

 

 

capa-mudando-de-universidade-como-transferir-seu-fies-e-prouni

Quer trocar de universidade sem perder seu FIES ou ProUni?

Baixe este e-book e aprenda conosco como trocar de instituição de ensino e permanecer beneficiário desses programas!

Preencha o formulário abaixo e faça o download. 👇

MAIS LIDAS DO MÊS

Áreas de atuação da Biomedicina
TCC: os melhores sites para a pesquisa acadêmica
Origem dos idiomas: como surgiram as línguas que conhecemos?
Especialidades da Medicina: quais são e como funcionam
O que faz um profissional de TI: Entenda as áreas de atuação
Áreas de atuação da Fisioterapia
Conheça os tipos de Engenharia

POSTS RELACIONADOS

emec