Sem desespero: saiba como estudar para o Enem

Todo mundo tem uma dica ou técnica quando o assunto é como estudar para o Enem, mas ninguém fala sobre a importância de descansar também durante esse período. Na verdade,  muito se diz que nenhum tempo deve ser desperdiçado e que quanto menos dormir, melhor. Todos os segundos devem ser aproveitados para aprender e revisar conteúdos.

É verdade que o tempo de estudos deve ser otimizado e aproveitado ao máximo. Afinal, prestar o Enem exige esforço, plenamente recompensados por uma boa nota no exame e pela aprovação no curso desejado. A sua total dedicação é crucial, mas também é importante não esquecer da saúde para não se auto sabotar

Se você também é daqueles que vira noites respondendo a questões do Enem e mal consegue se aguentar em pé durante o dia, está na hora de pensar em uma rotina de estudos mais eficiente. Diversos estudos científicos já comprovaram que um horário de descanso bem gerido pode ser mesmo decisivo para quem quer ter sucesso na prova.

 

criar-rotina-para-os-estudos

Uma rotina bem definida ajuda no aprendizado

O que é o Enem senão aquelas provas que podem definir os próximos passos do seu futuro? Sim, nós sabemos que esse tipo de afirmação deixa bem claro o peso que o exame tem e aumenta consideravelmente o nível de ansiedade.

Para uma fase tão crucial, a produtividade deve estar no seu nível máximo. Mas para que o auge do seu rendimento seja atingido, uma rotina equilibrada precisa ser implementada e há uma explicação científica para isso. 

 

Como nosso cérebro funciona quando estudamos?

descansar-durante-os-estudosO que acontece com o nosso cérebro durante o sono é objeto de investigação da Neurociência há muitas décadas. Centenas, de pesquisadores debruçaram-se sobre o funcionamento do órgão para desvendar como se dá o processamento das informações enquanto estamos dormindo.

O sono ajuda a memorizar informações

As conclusões apontam em uma única direção: o descanso ajuda a manter a concentração enquanto estamos acordados e é peça-chave na assimilação dos conteúdos durante o sono.

 

Harvard e Lübeck: sono é um aliado do aprendizado

O estudo mais revelador sobre o assunto foi realizado por uma equipe da Universidade de Lübeck, na Alemanha.

A pesquisa de 2004, intitulada “Sleep inspires insight”, descobriu que o sono “adormece” algumas substâncias e permitem que as memórias colhidas durante o dia sejam armazenadas no neocórtex, área do cérebro responsável pelas recordações/lembranças de longa duração, facilitando, assim a aprendizagem de coisas novas.

Ainda sobre o assunto, a Universidade de Harvard, que tem um setor específico na Faculdade de Medicina para estudar e defender a importância do sono, fez uma investigação e trouxe informações bastante significativas.

De acordo com a pesquisa realizada com voluntários, as pessoas que não sofrem de privação de sono se recordam cerca de 44% mais do que foi aprendido no dia anterior.

 

Post 09 - tempo para estudar

Quais são as melhores horas para estudar? 

Descobrindo mais sobre a forma como o cérebro absorve e processa aquilo que se estuda, os pesquisadores acabaram também por chegar a conclusões preliminares sobre os horários em que a produtividade é mais alta.

Como usar as horas para construir um planejamento de estudos

Você deve se conhecer melhor do que ninguém e saber em que momentos tem mais ou menos capacidade de aprendizado.

No entanto, ter como base informações científicas pode ser valioso. Elas podem ser usadas, por exemplo, na construção de um plano de estudos muito mais estratégico. Afinal, saber o que estudar é importante, mas saber como estudar para prova faz toda a diferença.

 

Relógio padrão: o segredo da produtividade

Ao desvendar os padrões cerebrais de assimilação, os cientistas organizaram aquilo que é conhecido como o relógio-padrão.

De acordo com eles, para aproveitar todo o potencial do órgão, o ideal é acordar às 6h, mas isso não significa ir direto para os livros. À princípio, você pode ir montando seu cronograma de horários conforme sua rotina ou usar a seu favor a estratégia do relógio-padrão:

 

Duas primeiras depois de acordar

Após acordar, o corpo ainda funciona a um ritmo lento e os neurônios também pelo período de duas horas. Então, aproveite esse tempo para despertar, tomar um banho e fazer um café da manhã bem reforçado.

Das 8h às 12h

Já entre as 8h e 12h, é hora de encarar o estudo com vontade. A descarga de cortisol e tiroxina, entre outros hormônios, deixam o cérebro em alerta.

O momento é perfeito para absorver conteúdo novo, responder testes, fazer resumos e mapas mentais. 

Entre 12h e 14h

Nesse horário o metabolismo fica mais lento e pede uma refeição completa, que precisará ser digerida. Sabe aquele sono que normalmente sentimos depois do almoço?

Tem tudo a ver com isso.

O melhor é retomar o aprendizado com força total depois desse horário

Das 14h às 16h

Esse é o momento perfeito para retomar os estudos, pois o corpo está totalmente reposto e cheio de energia após a refeição. Nesse horário, repita o padrão das 8h, respondendo testes e fazendo resumos.

Entre 18h e 21h

O organismo começa a adotar um padrão mais lento, mas isso não significa necessariamente que é hora de parar. Essas três horas podem ser aproveitadas para revisões

E a hora de dormir?

Ainda segundo o relógio-padrão, um descanso mais reparador acontece entre 22h e 6h. Ou seja, o velho ditado “cedo deitar para cedo erguer” nunca fez tanto sentido.

 

dicas-para-otimizar-o-estudo

Dicas para otimizar o estudo 

Já está mais do que comprovado que o equilíbrio entre estudo e descanso é importante. A sua saúde também agradece!

Mas como estudar para o enem sem entrar em pânico e deixar a ansiedade levar a melhor?

Não só é possível, como é a receita para o sucesso. Confira abaixo algumas dicas que vão te ajudar a aproveitar todo o seu tempo da melhor forma possível e garantir a aprovação.

 

Organize a sua rotina e tenha um cronograma de estudos

Antes de tudo, é preciso montar um planejamento de estudos e organizar a rotina para segui-lo. Mesmo que aconteçam alguns imprevistos, você saberá o que precisa estudar e o que está faltando.

É fundamental estar no controle dos conteúdos e não deixar que eles te dominem.

 

Faça intervalos regulares

Você pode recorrer a métodos como o Pomodoro, que recomenda 25 minutos de estudo e 5 de descanso ou fazer um pausa de 10 minutos a cada hora de concentração total.

As pausas, desde que cronometradas, são importantes para manter o rendimento.


Use diferentes técnicas de estudo

Buscar e executar novas maneiras de estudar te ajudam a aprender mais e melhor.

 

Tenha períodos saudáveis de lazer e descanso

Reserve um dia na semana para ter alguns momentos de lazer. Uma descontração moderada produzem hormônios positivos que ajudam a manter o ânimo e afastar o nervosismo. 

Mas não perca o foco! Essa não é uma época para exageros e você precisa estar no seu melhor. Prefira atividades e encontros leves.

 

A Graduação vai mudar a sua vida

Se você vai prestar o Enem é provável que entrar em um curso superior é um dos seus grandes objetivos. Uma graduação de qualidade vai abrir portas e trazer oportunidades que vão mudar a sua vida. 

Atingir essa meta é mais do que recompensador, é uma chance de mudar a sua realidade pra melhor. Vale a pena abrir mão de algumas coisas e colocar em prática todas as suas melhores estratégias. Com organização e as dicas compartilhadas neste texto, você certamente chegará onde deseja.

Preparado(a)?

Tire todos os seus medos com o e-book "Sem medo da prova: um guia completo para perder o medo e passar no vestibular de primeira!" Ótimas dicas que servem também para o Enem. Basta preencher o formulário e realizar o download. 

 

Leia também:

10 dicas para estudar para o vestibular

 

ebook-sem-medo-da-prova

Prepare-se para o ENEM!

Neste e-book, vamos te dar uma série de dicas para encarar esse processo com a responsabilidade que ele merece, mas sem deixar a ansiedade levar a melhor.

Preencha o formulário abaixo e faça o download. 👇

 

Gostou do conteúdo? 

Continue acompanhando nosso Blog para conferir tudo sobre o Ensino Superior.  🎓

VER MAIS CONTEÚDOS