<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=775767832961976&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
O que é vestibular e como ele funciona?

O que é vestibular e como ele funciona?

O vestibular é o tradicional meio de ingresso à uma faculdade. Entenda sua importância e como os estudantes são beneficiados ao realizá-lo!


Nos últimos anos, o número de inscritos para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vem caindo. Em 2021, 3,1 milhões de pessoas se inscreveram, o índice mais baixo em 16 anos. 

Para níveis de comparação, o exame de 2014 chegou a 8,7 milhões de inscritos. A partir de 2015 é que os números ficaram menores:

  • 2015: 7,7 milhões
  • 2016: 8,6 milhões
  • 2017: 6,7 milhões
  • 2018: 5,5 milhões
  • 2019: 5,09 milhões
  • 2020: 5,7 milhões
  • 2021: 3,1 milhões

Os motivos são variados. De acordo com o Datafolha e o iDados, há uma baixa muito considerável em relação ao interesse pelos estudos e falhas nas políticas públicas, o que provoca a evasão escolar. A pandemia, é claro, também contribuiu muito.

Se esses números não melhorarem, a longo prazo, o impacto pode ser enorme. Os vestibulares servem para oferecer oportunidades de ensino. Pessoas que não têm condições de arcar com os estudos são especialmente beneficiadas.

Sejam integrais ou parciais, as bolsas abrem portas para milhões de estudantes e, consequentemente, para profissionais de todas as áreas. 

Caso haja uma defasagem de médicos, engenheiros ou comunicadores, por exemplo, isso pode causar grandes danos à sociedade.

O que é e para que serve o vestibular?

Na “definição de dicionário”, o vestibular é um processo seletivo oferecido por instituições de ensino superior. 

Quando o candidato atende aos requisitos desejados, como determinado número de acertos e redação acima da média, é aceito como aluno da universidade e pode seguir com sua formação acadêmica.

Contudo, na dúvida sobre o que é vestibular, a resposta menos objetiva, mas muito verdadeira, é que essas provas são importantes para estimular a educação e a jornada da profissionalização, o que toca diretamente nos moldes políticos e sociais de um país.

Como surgiu o vestibular?

A primeira instituição de ensino superior do Brasil foi a Escola de Cirurgia da Bahia, criada em 1808. Para serem aceitos, os alunos deveriam ter pelo menos 16 anos e passar por exames preparatórios.

Em 1827, surgiram as faculdades de Direito de Olinda e de São Paulo. A entrada nas universidades só era possível quando os alunos estudavam em colégios tradicionais. Essa noção excludente se estendeu até o século XX.

Já em 1911, os exames de admissão ao ensino superior se tornaram obrigatórios. Nascia, então, o vestibular. E o termo vem do latim "vestibulum", que significa “entrada”.

Qual a época de vestibulares?

o-que-e-vestibular

Vestibulares que acontecem no final do ano, como o Enem e os exames de diversas outras universidades, servem para que os alunos comecem a estudar no primeiro semestre do ano seguinte.

Algumas provas também acontecem entre maio e julho, os chamados “vestibulares no meio do ano” ou “vestibulares de inverno”. Os alunos aprovados começam os estudos no segundo semestre do ano letivo, geralmente na primeira semana de agosto.

É importante ressaltar, porém, que provas acontecem em dias distintos. 

Desta forma, é importante sempre ficar de olho nos sites e redes oficiais das instituições (públicas e privadas) para que os estudantes tenham tempo hábil para as inscrições, estudos e possíveis burocracias. E o mesmo vale para o vestibular online.

Diferenças entre os vestibulares de cada curso

Normalmente as provas contam com redação e conteúdos do ensino médio. O que vai diferenciar a nota de um teste do outro é o peso de cada disciplina, sempre de acordo com o curso escolhido.

Engenharia, por exemplo, tem um foco maior em matemática, física e química. O Direito pede por conhecimentos históricos e éticos. A Medicina, por biologia e química, e assim por diante.

Uma boa forma de verificar a exigência dos vestibulares é verificando os editais das provas, as grades curriculares dos cursos e, se possível, fazendo aulas em cursos pré-vestibulares. Assim, o candidato sabe quais temas deve focar na hora de estudar.

Dicas para se preparar para o vestibular

Se já tem mais esclarecido o que é vestibular, bem como outras questões sobre o tema, agora, você precisa ter em mente uma lista com algumas dicas de preparação para a prova:

  • Estude com a ajuda de mapas mentais, cartões de perguntas e respostas, fluxogramas, tabelas, ilustrações, etc., pois incentivos visuais/gráficos ajudam na memorização dos conteúdos
  • Dê atenção especial aos conteúdos pedidos na prova (confira o edital em questão)
  • Estude diferentes tipos de texto
  • Escreva redações sobre temas aleatórios para treinar
  • Refaça provas anteriores
  • Encontre conteúdo em diferentes fontes (livros, artigos, vídeos, podcasts, etc.), prestando atenção na veracidade das informações
  • Há também aplicativos para estudar para o vestibular, assim, veja quais melhor se adaptam aos seus estudos
  • Determine horários específicos para estudar, mas também horários para descanso e lazer
  • Peça orientações a seus professores
  • Atente-se às datas (inscrição, solicitação de isenção de taxa, realização da prova, resultados da prova)

Agora, entendendo melhor sobre o vestibular e colocando em prática algumas de nossas dicas, já é um bom começo para quem deseja ir bem nas avaliações e melhorar de vida através dos estudos.

 

Leia também:

7 aplicativos para estudar para o vestibular

Engenharia Reversa: método de estudos para passar no vestibular

POSTS RELACIONADOS