A história do vestibular: entenda porque no Brasil é assim

O vestibular como processo seletivo, surgiu a partir de uma necessidade. Saiba como começou e como ganhou a importância com o passar dos anos. Acesse já!


O vestibular no Brasil nem sempre foi o mesmo, assim como o ENEM, que surgiu e foi se tornando o maior exame do país. Detalhes sobre tais origens, mas principalmente sobre a história do vestibular você descobrirá neste artigo!

Sabia que as provas de vestibular já foram realizadas até em estádios de futebol?

primeiras-universidades

Os colégios tradicionais e as primeiras universidades

Criada em 1808, época da chegada da família real portuguesa, a Escola de Cirurgia da Bahia foi a primeira instituição de Ensino Superior do Brasil. Àquela época, para ingressar nos cursos dessa e de outras academias, o candidato precisa ter, no mínimo, 16 anos e passar por exames preparatórios.

As faculdades de Direito de Olinda e de São Paulo, surgiram em 1827 e, uma década depois, o ingresso nas universidades do país só passou a ser permitido aos alunos que frequentavam os chamados colégios tradicionais.

Esse exclusivismo permaneceu até o início do século XX, período em que o número de vagas nas instituições de Ensino Superior era maior do que o número de candidatos.

surgimento-do-vestibular

O surgimento do vestibular no Brasil

Foi só em 1911 que os exames de admissão se tornaram obrigatórios. Assim, as instituições passaram realizar provas em duas etapas, sendo a primeira dissertativa e escrita e a segunda, oral.

As provas englobavam questões de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Ciências — área composta por conhecimentos relativos à Matemática, Física e Química. Isso incluía conhecimentos adquiridos na escola, mas, também, outros específicos do curso em questão.

Por fim, em 1915, ano do surgimento do ensino secundário e da reorganização do ensino superior, a palavra vestibular passou a ser usada para designar esses exames admissionais. Com origem no latim, vestibulum significa "entrada".

ampliacao-vestibular

O aumento da demanda e a ampliação do vestibular

Nos anos de 1960, as provas para as universidades federais do país aconteciam no mesmo dia. Como consequência, o aluno não podia concorrer a vagas em mais de uma instituição de ensino.

Em 1961, a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) determinou que todos os cursos de grau médio poderiam garantir acesso ao Ensino Superior. Como consequência, surgiram os cursinhos pré-vestibular e o número de universidades particulares aumentou significativamente.

Para aperfeiçoar o processo de seleção das universidades de São Paulo, em 1964, professores criaram instituições como a Fundação Carlos Chagas — que existe até hoje. Foram eles que instituíram o uso de questões de múltipla escolha, que logo se popularizou.

organizacao-vestibular

A organização do sistema vestibular no país

A concorrência era tanta que os exames passaram a ser realizados em grandes espaços, como as arquibancadas de estádios de futebol! Por isso, em 1868, foi criada a lei n° 5540, instituindo um sistema classificatório para tentar resolver a questão do excedente de candidatos.

Marcando o início da história do vestibular moderno, em 1970, foi criada a Comissão Nacional do Vestibular Unificado, visando organizar o sistema de admissão em todo o país. Assim, as provas passaram a ser realizadas em dias distintos e compostas apenas por conhecimentos vistos durante o período escolar.

Nessa época, surgiram também os vestibulares integrados — provas que poderiam ser utilizadas para o ingresso em mais de um curso ou instituição, desde que essas firmassem a parceria.

transformacoes-vestibular

As transformações até os dias atuais

Pouco a pouco, o vestibular no Brasil se aproximava do modelo que vigora até hoje. Graças à LDB, por exemplo, em 1996 o processo seletivo passou a ser estabelecido de acordo com os critérios de cada instituição.

Por fim, em 1998, surgiu o Exame Nacional do Ensino Médio. Inicialmente, o ENEM era utilizado pelo Ministério da Educação como ferramenta de avaliação da qualidade do ensino no país.

E, a partir de 2009, o exame passou a ser utilizado como critério para ingresso nas instituições de Ensino Superior, se tornando o maior vestibular do país. Desde então, as provas contam com 180 questões de múltipla escolha, além da redação.

Gostou de conhecer a história do vestibular no Brasil? A organização foi um fator determinante para a melhoria nas aplicações dessas provas.

Quer saber como a organização também te ajuda a passar no vestibular? Baixe agora nosso e-book ou veja mais sobre nosso vestibular!

 

Leia também:

O que é vestibular e como ele funciona?

10 dicas para estudar para o vestibular

Como devo estudar para a prova do vestibular?

7 aplicativos para estudar para o vestibular

 

E-book: Segredos da organização pessoal para passar no vestibular

ebook-segredos-da-organizacao-pessoal

Organização: fator principal  para quem vai fazer vestibular.

Neste e-book, abordamos alguns ingredientes importantes para sua organização pessoal. Baixe agora e aproveite!

Preencha o formulário abaixo e faça o download. 👇

MAIS LIDAS DO MÊS

Áreas de atuação da Biomedicina
TCC: os melhores sites para a pesquisa acadêmica
Origem dos idiomas: como surgiram as línguas que conhecemos?
Especialidades da Medicina: quais são e como funcionam
O que faz um profissional de TI: Entenda as áreas de atuação
Áreas de atuação da Fisioterapia
Conheça os tipos de Engenharia

POSTS RELACIONADOS

emec