Como funciona a faculdade de Gestão de Recursos Humanos

Ter departamento de recursos humanos se tornou um padrão a ser seguido pelas empresas. Com profissionais aptos a recrutar, instruir e garantir os direitos.


Uma das áreas mais vitais para o mercado de trabalho e toda empresa, saiba tudo o que precisa sobre o curso e o mercado do RH

A área de Recursos Humanos é indispensável para qualquer empresa, visto que cuida de seus bens mais valiosos: os funcionários.

Nenhum negócio funciona sem os colaboradores. O setor de RH tem o objetivo de executar ações para obter os melhores resultados possíveis em relação a isso.

Dentre as principais atividades, recruta novos talentos, garante seus direitos legais, elabora estratégias de treinamento e capacitação, constrói planos de carreira, avalia performances, entre outras.

Devido a sua importância, o Departamento Pessoal também costuma agir lado a lado com outras áreas de uma empresa.

A pesquisa Panorama de RH no Brasil 2018, elaborada pela plataforma de gestão de desempenho Qulture.Rocks, apontou que 61% dos profissionais de RH participam ativamente nas decisões estratégicas de onde trabalham.

O levantamento também mostra que 87% das empresas adotam práticas de gestão de desempenho, com foco em avaliação (68%), feedbacks frequentes (53%) e direção por metas (49%).

O estudo foi feito com mais de 1.800 profissionais de diferentes organizações e setores. 85% atuavam no RH e 51% trabalhavam em companhias com mais de 500 funcionários.

Esses dados mostram como a área é uma parte intrínseca das empresas. 

Além de tomar todas as ações para garantir a boa atuação e bem-estar dos funcionários, também está presente na tomada de decisões que podem mudar radicalmente os processos e a cultura interna do local de trabalho.

Se a área te interessa ou causa curiosidade, confira alguns detalhes importantes sobre a faculdade de recursos humanos e veja se essa é a carreira certa para você!

Faculdade de Recursos Humanos

A faculdade de RH - como também é chamada - é encontrada em nível técnico e tecnólogo, o que significa que pode durar até três anos, dependendo da instituição de ensino. A duração média na maioria das universidades, no entanto, é de quatro semestres.

Embora o estágio não seja obrigatório em algumas instituições, é altamente recomendado para que os alunos possam ganhar experiência e facilitar a integração no mercado de trabalho.

E as aulas podem ser ministradas em formato presencial, semipresencial ou pelo sistema EaD (Ensino a Distância).

O que se aprende na Faculdade de Recursos Humanos?

A grade curricular aborda vários aspectos de administração de cargos e salários, administração de departamento pessoal e comunicação empresarial.

Com isso, o objetivo é que os estudantes cheguem no mercado de trabalho completamente aptos a:

  • Planejar e gerenciar estratégias de gestão de pessoas (recrutamento e seleção, treinamentos, desenvolvimento, salários, benefícios, etc);
  • desenvolver planos de carreira;
  • planejar e executar programas que tenham a qualidade de vida no trabalho como maior objetivo;
  • promover o desenvolvimento individual (funcionários), coletivo (equipes) e organizacional (cultura, políticas internas) de uma empresa;
  • elaborar e executar sistemas de avaliação eficientes e justos;
  • avaliar a necessidade de contratações e demissões.

Grade curricular

Nesse sentido, algumas disciplinas muito comuns de se ter na faculdade de recursos humanos são:

  • Cultura, sociedade e sustentabilidade
  • Gestão e organização do trabalho
  • Legislação trabalhista e previdenciária
  • Avaliação e desempenho
  • Treinamento e desenvolvimento
  • Fundamentos de liderança
  • Recrutamento e seleção
  • Gestão de projetos
  • Gestão de benefícios
  • Fundamentos de administração
  • Responsabilidade social corporativa
  • Psicologia organizacional e do trabalho
  • Gestão e Empreendedorismo
  • Métricas de Recursos Humanos
  • Rotinas de administração de pessoal

Tudo isso vai de acordo com as diretrizes do Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia do Ministério da Educação.

O MEC também exige que as instituições ofereçam infraestrutura mínima para os alunos, como uma biblioteca com acervo personalizado e salas de informática.

Pós-graduação

Como dito anteriormente, quem se forma na faculdade de RH pode fazer pós-graduação para se especializar em uma área específica da profissão, aumentar as chances de oportunidades de trabalho e melhorar o salário.

Os cursos mais procurados são:

  • Desenvolvimento e treinamento
  • Gestão de pessoas
  • Recrutamento e seleção
  • Coaching
  • Recursos Humanos e finanças
  • Direito e processo do trabalho

Também existem opções de cursos que não estão exatamente dentro dos estudos de Recursos Humanos, mas que podem ser encontrados no dia a dia do trabalho, como psicologia organizacional, administração, contabilidade, entre outros.

Áreas dos Recursos Humanos

Existem áreas com diferentes funções dentro do RH. Possibilitando que o profissional possa optar por transitar entre elas até se focar em apenas uma com a qual se identifique mais.

Recrutamento e seleçãomoca-em-entrevista-de-recrutamento-de-emprego

Responsável pelos processos seletivos, desde a divulgação das vagas, triagem de currículos, realização de entrevistas, seleções e contratações.

Departamento Pessoal

O conhecido DP lida com todas as burocracias fundamentais, como pagamentos, folhas de ponto, quadros de férias, licenças e afastamentos, demissões, recebimento de benefícios e questões trabalhistas, previdenciárias e sindicalistas.

Treinamento e desenvolvimento

Tem o objetivo de capacitar os colaboradores. Avalia perfis, traça planos estratégicos de desempenho e cria programas que ajudam no desenvolvimento dos funcionários.

Remuneração, benefícios e áreas de atuação

Área responsável pela definição da remuneração (salarial e de benefícios) dos colaboradores. As decisões são baseadas nas obrigações de piso salarial, políticas internas, realização de atividades de cada cargo, etc.

Consultoria de Recursos Humanos

Visa analisar e propor melhorias para a empresa como um todo. Considera cultura organizacional, feedbacks dos funcionários, mapeia perfis, desenvolve planos para retenção de talentos e busca melhorias para os processos de todos os setores.

Quanto ganha o profissional de RH?

A média salarial nacional para os profissionais da categoria é de R$ 3.528,53.

O valor pode oscilar para mais ou para menos de acordo com a qualificação, nível de senioridade, empresa e regiões do país.

Portanto, se gosta de funções de cunho administrativo, se interessa por questões trabalhistas, capacitação de profissionais e de ajudar diretamente no planejamento de uma empresa ou negócio, a faculdade de recursos humanos pode ser o curso que vai orientar perfeitamente a sua carreira profissional.

Leia mais:

Gestão de Recursos Humanos: atuação e tendências de mercado

Administração: diversas carreiras e oportunidades de emprego

Como funciona o Prouni no meio do ano?

POSTS RELACIONADOS