emec
Qual a diferença entre exatas e humanas?

Qual a diferença entre exatas e humanas?

Entenda os conceitos dessas duas áreas do conhecimento e como identificar a diferença entre exatas e humanas de maneira prática!


Quando falamos sobre as três principais áreas de conhecimento, a definição de Ciências Biológicas fica bem clara para todos: é o estudo da vida em diversas formas, evoluções, classificações e ecossistemas.

A diferença entre exatas e humanas, no entanto, pode parecer um pouco confusa de início para algumas pessoas.


Ciências Humanas

Essa área do conhecimento tem os aspectos sociais como foco. São chamadas de “humanas” porque estudam as inúmeras ramificações do comportamento dos seres humanos, tanto individualmente como em sociedade.

Esses estudos têm resultados muito flexíveis, o que significa que, na maioria das vezes, as respostas não são absolutas. Isso acontece porque existem milhões de fatores que afetam os meios sociais, como considerações históricas, geográficas, econômicas, políticas, filosóficas, etc.

Em humanas, o mesmo objeto de pesquisa pode gerar várias conclusões diferentes, já que as ideias e os enfoques não são concretos.


Disciplinas relacionadas

Algumas disciplinas que fazem parte das Ciências Humanas são:

  • História
  • Geografia
  • Literatura
  • Linguagens
  • Filosofia
  • Sociologia

Como é possível perceber, as matérias de humanas envolvem muita leitura, interpretação de texto, fatos históricos e habilidade para questionar os ângulos que formam e moldam a humanidade.


Cursos superiores

Alguns cursos do ensino superior são diretamente conectados às Ciências Humanas. Veja alguns exemplos:

  • Direito
  • Relações Públicas
  • Jornalismo
  • Publicidade e Propaganda
  • Ciências Sociais
  • Ciências Políticas
  • Antropologia
  • Pedagogia
  • Cinema
  • Artes Plásticas
  • Artes Cênicas
  • História
  • Geografia
  • Filosofia
  • Sociologia


Profissões

As faculdades de humanas formam diversos profissionais, como:

  • Advogados
  • Assessores
  • Jornalistas
  • Publicitários
  • Cineastas
  • Artistas
  • Professores
  • Escritores


Ciências Exatas
diferenca-entre-exatas-e-humanas

As Ciências Exatas, como o próprio nome já sugere, não abre espaço para incertezas. Tudo deve ser preciso e lógico, com resolução de problemas utilizando cálculos, expressões matemáticas e mensurações.

Essa área de conhecimento é vista como uma natureza mais pragmática, testando hipóteses para chegar a um resultado específico. 


Disciplinas relacionadas

No colégio, as disciplinas de exatas são:

  • Matemática
  • Física
  • Química


Cursos superiores

Pessoas que se identificam com a área podem escolher alguns cursos na universidade, como:

  • Matemática
  • Engenharias
  • Tecnologia da Informação (TI)
  • Física
  • Química
  • Programação
  • Geologia
  • Astronomia


Profissões

Os profissionais das Ciências Exatas podem ser:

  • Engenheiros
  • Economistas
  • Matemáticos
  • Astrônomos
  • Programadores
  • Físicos
  • Químicos


Profissões que mesclam exatas e humanas

Apesar da diferença entre exatas e humanas, é importante perceber que existem algumas áreas de atuação que mesclam as duas ciências.

Arquitetura, design e administração são alguns exemplos, já que lidam com resultados que devem ser precisos, ao mesmo tempo em que navegam pelas inúmeras possibilidades do ser humano.

O mesmo acontece com as Ciências Biológicas. Profissionais da saúde cuidam da vida, mas também devem ter conhecimentos humanos e exatos para que seja possível curar os pacientes de maneira efetiva, mas sem nunca perder a sensibilidade.

Na faculdade, por mais que uma área de conhecimento se sobressaia em relação às outras, não é incomum que, em algum momento do curso, elas se cruzem.


Como saber se você é de humanas ou exatas?

Para saber se você é uma pessoa mais inclinada para exatas ou humanas, é preciso fazer algumas perguntas. 

Durante a escola, quais eram suas matérias preferidas? Se considera uma pessoa mais precisa ou abstrata? gosta de ler? Tem facilidade para fazer contas?

Se durante a infância você gostava de ler gibis e na adolescência ficava ansioso para as aulas de História e Artes, provavelmente se encaixe mais em assuntos de Ciências Humanas.

Agora, se quando criança preferia desmontar aparelhos para saber como funcionavam por dentro e realizar atividades que envolviam números no ensino fundamental e médio eram tarefas mais fáceis para o seu entendimento, possui mais conexão dentro das Ciências Exatas.

Tudo depende de identificação. 

Quando uma pessoa com vocação para teorias e estudos humanos é colocada em uma posição tomada por cálculos e raciocínio lógico, é comum que ela sinta mais dificuldade para compreender tudo rapidamente. O mesmo acontece no cenário inverso.

Também é preciso destacar que existem áreas de atuação que envolvem as duas ciências, como já foi dito anteriormente. 

Ao escolher cursar a faculdade de Arquitetura e Urbanismo, por exemplo, é importante lembrar que, ao mesmo tempo em que o curso exige conhecimentos históricos, também vai pedir por cálculos matemáticos.

Diante de situações como essa, é importante dominar os conhecimentos que os cursos e as profissões pedem. 

É normal ficar mais empolgado com uma disciplina ou uma tarefa do que as outras, mas é fundamental ter pleno conhecimento de tudo para que seja possível se tornar um bom profissional.

Para ter certeza, uma boa dica é realizar um teste vocacional. De acordo com as suas respostas, os dados são cruzados com as profissões disponíveis no mercado e entregam o resultado que faz mais sentido. Não é algo absoluto, mas pode ajudar.

Outra maneira de saber se você é de exatas ou humanas é pesquisando sobre os cursos. Busque informações sobre os cursos que estão entre as possíveis opções. Considere a grade curricular, principais atividades e profissões.

Se conseguir, converse com pessoas que já estudam ou trabalham na área para ter uma visão mais clara do assunto.

Depois de entender qual área mais combina com você, fica mais fácil selecionar o curso e partir para as etapas de ingresso à faculdade, como escolha da instituição, vestibular online ou presencial, matrícula e, finalmente, se tornar um estudante universitário.

 

Leia também:

O que faz um assistente social?

Engenharia Civil: Como é o curso e onde posso trabalhar?

POSTS RELACIONADOS