emec

Mestrado e doutorado: saiba como funcionam

Entenda como o mestrado, doutorado funcionam e saiba como ingressar na carreira acadêmica.


Descubra como funciona o mestrado e o doutorado, as possibilidades de atuação na carreira acadêmica e algumas orientações para destacar o seu currículo lattes nos processos seletivos. Acompanhe!

Para ter uma carreira de sucesso na área acadêmica é importante seguir alguns passos, como o mestrado, doutorado e até o pós-doutorado, se for desejo do futuro profissional.

Se você quer conhecer melhor como funciona a carreira acadêmica e algumas dicas para ter mais chances de ingressar nesta área, este blogpost foi feito para você!

 

Como funciona a carreira acadêmica?

como-funciona-a-carreira-academica

 

Para ingressar na carreira acadêmica e se tornar um professor universitário ou um pesquisador é necessário fazer uma pós-graduação stricto sensu após a graduação.

A diferença acontece porque os cursos de pós-graduação lato sensusão focadas no mercado de trabalho como um todo, já a stricto sensu abriga cursos da área de pesquisa e área acadêmica, como o mestrado e doutorado.

Em geral, o caminho percorrido é: graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado.  Contudo, não é uma regra, uma vez que o MEC não regulamenta uma ordem de etapas.

No entanto, é importante salientar que a maioria das IES consideram o mestrado como pré-requisito para o doutorado.

A nossa dica é não pular etapas e fazer o mestrado primeiro! Dessa forma, você consegue aproveitar melhor o que cada curso oferece e aumentar o potencial da sua especialização.

 

Entenda como funciona o mestrado

O mestrado deve ser o primeiro passo após a graduação para quem deseja seguir a carreira acadêmica.

Com duração mínima de 2 anos, esses cursos são bastante teóricos e possuem grande volume de leituras de autores e artigos acadêmicos do tema escolhido.

 

Como ingressar no mestrado?

Para ingressar em um mestrado é preciso, primeiro, entender o programa que cada IES oferece e, no caso das públicas, o edital que é lançado (aqui também irá variar de instituição para instituição).

Contudo, na maioria dos editais e programas da seleção é feita com base nesses aspectos:

  • análise de pré-projeto de pesquisa (é preciso ter um tema antes mesmo de ingressar no mestrado, mas não se preocupe, é possível mudar depois se você sentir vontade)
  • apresentação de pré-projeto para a banca avaliadora
  • análise de currículo lattes
  • prova escrita de conhecimento específicos
  • prova escrita de língua estrangeira (a depender do edital e da IES)

Ao fim, os alunos que receberam a maior média das categorias são chamados a partir das vagas disponibilizadas.

 

Como são as aulas?

No geral, os cursos são divididos em duas partes: aulas teóricas sobre o campo de estudo escolhido e um estudo mais aprofundado sobre o seu tema de pesquisa. No fim, será necessário apresentar uma dissertação do tema. É parecido com a monografia da graduação, porém mais aprofundado e com mais tempo de pesquisa.

Além disso, o curso de mestrado também conta com aulas práticas em sala de aula. Chamado de tirocínio docente, o pós-graduando deve escolher uma disciplina da graduação da IES e comandar algumas aulas sob o olhar do orientador.

 

>>>Conheça cursos de Mestrado e Doutorado da Unit

 

Entenda como funciona o doutorado

O doutorado é parecido com o mestrado, porém em um nível mais aprofundado. Além do nível de leitura ser maior, esse curso de pós-graduação tem duração mínima de 4 anos.

O doutorado deve ser um passo após o mestrado e é indicado para pessoas que queiram aprofundar ainda mais o nível de entendimento sobre determinado tema de estudo.

Apesar de contar com menos aulas presenciais em relação ao mestrado, tem uma carga horária de estudos bastante extensa, exigindo um grau de comprometimento ainda maior do aluno.

 

Como ingressar no doutorado?

Primeiro, é altamente indicado que o aluno tenha uma graduação e um mestrado - sendo até mesmo obrigatório em algumas IES.

Fora isso, é bastante parecido com o mestrado. Antes de ingressar na IES que deseja, confira o regulamento do programa e edital já que irão variar de lugar para lugar, mas no geral, será necessário:

  • análise de pré-projeto de pesquisa
  • apresentação de pré-projeto para a banca avaliadora
  • análise de currículo lattes
  • prova escrita de conhecimento específicos
  • prova escrita de língua estrangeira (em algumas IES são necessários ao menos o domínio de dois idiomas estrangeiros)


Como são as aulas?

O doutorado tem menos aulas práticas e mais aulas teóricas e em campo, já que o aluno começa a pesquisa para a elaboração da tese mais cedo que o mestrado.

Sobre isso, é claro que é possível mudar o tema, mas a maioria dos alunos dão continuidade ao projeto que foi iniciado no mestrado, aprofundando ainda mais a pesquisa ou utilizando um novo recorte sob o mesmo tema central.

Nesse sentido, o doutorado terá mais contribuições entre aluno e orientador e mesmo contato em turmas. A maior carga horária será fora da sala de aula, preparando a tese que deve ser apresentada para uma banca avaliadora para a conclusão do curso.

 

É possível ingressar no mestrado ou doutorado com bolsa de estudo?

Uma dúvida comum para as pessoas que desejam ingressar em um mestrado ou doutorado é saber se as faculdades privadas também oferecem esse tipo de pós. Bom, a resposta é sim!

A diferença, contudo, é que nas unidades públicas é possível receber uma bolsa para realizar a especialização sem custos e ainda um auxílio financeiro definido pelo Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o órgão que regulamenta as especializações stricto sensu no Brasil.

Em algumas faculdades privadas é possível estudar com bolsas integrais ou parciais, a depender do programa oferecido pela IES. 

Se você quer ter chances reais de construir uma carreira sólida no mundo acadêmico, confira, a seguir, como funciona o mestrado e doutorado.

 

 

Quais são as possibilidades de atuação na carreira acadêmica?

possibilidades-carreira-academica

 

Você sabia que não é obrigatório ser professor para ter uma carreira na área acadêmica? Além dessa opção mais tradicional, é possível também ser um pesquisador e atuar fora de universidades e centros educacionais.

Entenda melhor sobre as duas possibilidades de atuação na carreira acadêmica.

 

Professor

A maioria dos estudantes que ingressam em uma pós-graduação stricto sensu querem ser professores e, de fato, ter um mestrado, doutorado e até pós-doutorado é a melhor forma para isso.

O professor universitário pode atuar tanto em universidades públicas quanto privadas, em regime de exclusividade, atuando somente naquela IES, ou não, estando livre para dividir as horas com outras. Isso dependerá do contrato firmado ou do edital.

Além de dar aulas na graduação, mestrado e doutorado, o professor universitário também pode liderar grupos de pesquisa ou de extensão nas IES, ou ainda atuar na área administrativa, como coordenação de cursos de graduação ou pós.

 

Pesquisador

Ainda que a maior parte da produção de conhecimento científico aconteça nas instituições de ensino no Brasil e no mundo, se a docência não atrai você, saiba que não é necessário ser professor para ter um grupo de pesquisa.

Existem algumas empresas e ONGs que possuem programas totalmente voltados para a pesquisa e inovação. Dessa forma, ainda que sejam negócios privados, eles procuram por profissionais com formação de mestrado e doutorado para coordenar esses projetos.

 

Como conseguir ingressar na carreira acadêmica? Confira nossas dicas!

  • Participe de congressos e grupos de pesquisa;
  • Apresente artigos em congressos;
  • Tenha um currículo lattes atualizado;
  • Fale mais de um idioma: em algumas seleções de mestrado e doutorado são obrigatórios a proficiência de uma segunda e terceira línguas. Para o mestrado, ter entendimento avançado já basta, mas para o doutorado é necessário a fluência, já que é necessário consumir conteúdos de autores de outros países, além de participar de congressos internacionais.

Apostando nessas dicas e se preparando desde a graduação, temos certeza que você terá sucesso na sua carreira acadêmica! 

>>>Conheça cursos de Mestrado e Doutorado da Unit

 

Gostou do conteúdo? Leia também:

Importância do segundo idioma: mercado de trabalho

5 dicas para ingressar na carreira acadêmica com sucesso

MBA, especialização e mestrado: saiba como escolher a sua melhor opção

 

POSTS RELACIONADOS