<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=775767832961976&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Quem faz curso de Sistemas de Informação trabalha onde?

A faculdade de Sistemas de Informação aborda vários conhecimentos como em redes, infraestrutura e até desenvolvimento de softwares. Saiba mais!


Os Sistemas de Informação ainda são novidades para algumas pessoas, mas saber sobre o mercado de trabalho e o curso ajuda muito quem tem interesse pela área

Com o avanço e a predominância da tecnologia, profissões que envolvem diferentes ramificações da  área de Sistemas de Informação estão cada vez mais populares e requisitadas no mercado de trabalho.

Com isso, o curso de Sistemas de Informação vem sendo muito procurado. Mas afinal, como trabalham esses profissionais?

Mercado de trabalho

Quem se forma em Sistemas de Informação tem oportunidades bastante amplas no mercado de trabalho.

O número de profissionais qualificados ainda não supre a demanda da área, o que faz com que as vagas sejam abundantes e os salários muito atrativos.

Onde trabalham os analistas de sistemas?

As oportunidades podem ser encontradas em diferentes setores e portes (empresas grandes e pequenas), como:

  • Instituições financeiras
  • Empresas de tecnologia
  • E-commerces
  • Agências de marketing e publicidade
  • Start-ups
  • Empresas de diferentes áreas (departamento de TI)

Também é possível trabalhar por conta própria, assumindo projetos que façam sentido para a especialização, cronograma e orçamento de cada um.

O desenvolvimento de programas e sistemas, bem como a assessoria para diferentes companhias são atividades muito comuns para quem trabalha como autônomo.

E como todo o trabalho é feito em computadores, qualquer profissional de Sistemas de Informação pode trabalhar remotamente, inclusive em empresas fora do país.

Quais são as áreas de atuação?

A grande variedade de oportunidades faz com que as áreas de atuação de Sistemas de Informação sejam igualmente amplas. Veja alguns exemplos abaixo:

Análise e Desenvolvimento de Softwares

Modelagem e criação de sistemas de computadores que promovem soluções de problemas para o dia a dia de uma empresa.

Redes, Segurança e Infraestrutura

O profissional que trabalha neste segmento é responsável por projetar, instalar e configurar a infraestrutura de redes dentro de uma empresa.

Parte do trabalho é prezar pela segurança de dados e administrar todos os equipamentos e servidores.

Gerência de Projetos

A função consiste em liderar todos os profissionais envolvidos no andamento de um projeto de Sistemas de Informação.

Além dos conhecimentos técnicos, o gerente de projetos deve delegar funções, orientar os membros da equipe, traçar estratégias e revisar todas as atividades até que a entrega seja feita.

Ciência de dados

A ciência de dados tem profissionais capacitados para compilar e analisar as informações que estão inseridas em um grande volume de dados.

Com isso, é preciso transformá-los em números que agregam em diversos aspectos de uma empresa.

Consultoria estratégica em TI

A área é responsável por promover as melhores práticas de gestão em uma companhia.

O consultor de TI identifica as necessidades de uma empresa e promove a construção de soluções que possam otimizar processos e resultados variados.

Administração de dados

Profissionais que trabalham com isso devem desenvolver e monitorar as especificações dos bancos de dados de uma organização, garantindo segurança, praticidade e bom desempenho.

Outras áreas

Como o mercado tecnológico cresce e se reinventa todos os dias, novas funções também aparecem.

Isso abre um leque ainda maior para que os profissionais possam se especializar e preencher espaços no mercado de trabalho.

Quanto ganha um profissional de Sistemas de Informação?

A remuneração média de quem trabalha com Sistemas de Informações é de R$ 10.718,63.

Obviamente, os valores variam (para mais e para menos) de acordo com a região, empresa, cargo, nível de especialização e atividades do dia a dia.

Profissionais autônomos precificam seus serviços de acordo com o tamanho do projeto, ferramentas utilizadas, mão de obra, nível de especialização, entre outros. 

De modo geral, o retorno financeiro é muito interessante mesmo para quem trabalha de forma independente.

Curso de Sistemas de Informação

rapaz-formado-em-curso-de-sistemas-de-informacao-mexendo-em-computador

O curso de Sistemas de Informação oferece aos alunos a capacidade de administrar o fluxo de informações e distribuí-las por redes de computadores de uma ou mais organizações.

O estudante aprende a criar, adaptar e instalar programas que possam facilitar a consulta de dados, administrar redes de computadores, planejar, organizar e criar sistemas de processamento, armazenagem, recuperação de informações e experiência do usuário.

Como funciona o curso?

O curso de Sistemas de Informação tem modalidades de bacharelado, tecnólogo, licenciatura e pós-graduação. Para o seu objetivo profissional, cabe saber qual a diferença entre bacharelado e licenciatura, além de qual modalidade melhor se aplica a você.

O bacharelado é o mais procurado. Esse tipo de formação dura cerca de cinco anos. Para obter o diploma, os alunos devem entregar um projeto de conclusão de curso e ter, ao menos, 300 horas de estágio.

Essas condições podem sofrer alterações de acordo com a instituição, mas seguem a mesma linha de exigências.

O que se aprende na faculdade?

Normalmente, a grade curricular do curso contém:

  • Sistemas operacionais
  • Engenharia de softwares
  • Redes de computadores
  • Inteligência artificial e computacional
  • Computação gráfica
  • Processamento de imagens
  • Banco de dados
  • Processamento de dados
  • Multimídia
  • Robótica
  • Matemática (cálculo, álgebra, equações diferenciais, geometria analítica, teoria dos grafos, análise combinatória, matemática aplicada)
  • Realidade virtual
  • Teoria da computação
  • Estatísticas
  • Algoritmos
  • Programação, etc.

Porém, é importante notar que as grades curriculares de diferentes instituições são variáveis, o que significa que uma universidade pode não ter a mesma disciplina que a outra.

Para mais detalhes sobre a área, é sempre bom ter contato com algum profissional que já atue por tempo considerável. 

Além disso, caso já conheça o curso e tenha interesse em cursá-lo, você tem a opção prática de prestar o vestibular online.

Leia também:

O que é vestibular e como ele funciona?

Enem 2022: o que sabemos até agora?

Os melhores cursos para fazer uma segunda graduação

 

POSTS RELACIONADOS